Top 10 vinhos tintos portugueses por menos de €5

Garrafa vinho tinto

Degustar um bom copo de vinho tinto português não tem de ser sinónimo de gastar muito dinheiro. Tendo como base o Guia de Vinhos 2010 da Deco Proteste, que avalia o vinho numa escala de 0-100 (a partir dos 70 já é considerado de boa qualidade), reunimos 10 dos melhores vinhos tintos portugueses por menos de €5.

1. Dom Divino 2005 (Dão)

Produzido pela União das Adegas Cooperativas do Dão, o Dom Divino 2005 tem um teor alcoólico de 12,5%, um aspeto limpo e uma tonalidade rubi. O seu aroma é sofisticado e prolongado, o seu paladar suave e marcado pelo forte sabor a frutos vermelhos que, ao desvanecer, deixa um agradável gosto final. Com uma pontuação de 95, este é um vinho tinto de qualidade, por apenas €1.79 a garrafa.

2. Vila dos Gamas 2008 (Alentejo)

Uma produção da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, este néctar dos deuses translúcido e de cor vermelho-violeta, apresenta um bouquet simultaneamente floral e frutado. Macio e com um paladar a frutos vermelhos frescos, o travo final é suave e equilibrado. Com um teor alcoólico de 13,5%, este vinho tinto, que recebeu 85 pontos, tem como preço de venda recomendado entre €2.08 e €4.89.

3. Vinha de Mazouco 2007 (Douro)

Com 83 pontos, este vinho tinto da Unicer é jovem, frutado e intenso. Apresentando um teor alcoólico de 13,5%, o seu sabor macio deixa transparecer notas de ameixa-preta e cereja, aliado de um agradável travo final. O preço é igualmente apelativo, situando-se entre os €3.48 e €3.85.

4. Mundus Escolha 2007 (Estremadura)

Com um teor alcoólico de 13,5%, este Mundus Escolha 2007 não passa despercebido, mas é deliciosamente contrabalançado por paladares de fruta em compota, nomeadamente a ameixa-preta, e ainda um toque de tabaco. Com um aspeto nítido e um final de boca agradável, a Deco Proteste atribuiu 83 pontos a este vinho tinto, cujo preço ronda os €3.99.

5. Redondo 2006 (Alentejo)

O Guia de Vinhos 2010 conferiu 80 pontos a este vinho de cor rubi-acastanhado, aroma inconfundível e sabor intenso. Com um teor alcoólico de 13%, este Redondo alentejano é uma experiencia para o olfato e para o paladar, terminando com um travo forte. Cada garrafa custa entre €2.49 e €2.95.

6. Tribuno 2004 (Douro)

Uma produção da Auchan, este vinho tinto granada destaca-se pelo seu aroma frutado e amadeirado – envolvente e sedutor, mesmo com um teor alcoólico de 13%, termina com um agradável final de boca. A Deco Proteste premiou-o com 80 pontos e o seu preço de €1.89 é outro ponto forte.

7. Duque de Viseu 2006 (Dão)

Bastante aromático – com destaque para a fruta madura e o chocolate – este vinho tinto, de apresentação bordeaux opaca, é equilibrado do princípio ao fim. Esta produção da Sogrape, que tem um teor alcoólico de 13%, recebeu 80 pontos por parte do Guia de Vinhos 2010. O seu preço de venda recomendado situa-se entre os €3.99 e €4.29.

8. Tapada do Barão 2008 (Alentejo)

A Granacer produziu este vinho tinto que obteve 80 pontos, graças à sua composição jovem, fresca, incorporada e equilibradamente ácida. Com um bouquet e paladar altamente frutado, o seu teor alcoólico de 13,5% é facilmente disfarçado. Cada garrafa custa entre €4.49 e €4.99.

9. Serras de Azeitão 2008 (Terras do Sado)

Com o selo de qualidade da Bacalhôa – Vinhos de Portugal, este tinto é sofisticado, harmonioso e sedutor: começando pelo seu aspeto, passando pelo seu aroma e terminando no seu sabor, marcado pela forte presença de frutos silvestres. Com um teor alcoólico de 13,5% e um preço que ronda os €2.24 e €3.10, recebeu 80 pontos.

10. Pingo Doce 2008 (Ribatejano)

Podemos considerar este, um vinho de marca branca, mas com as melhores características: uma tonalidade romã-violeta denuncia o seu aspeto limpo, bem como o seu sabor suave, marcado por taninos e fruta. Com 80 pontos atribuídos e o valor surpreendente de €1.29, este vinho tinto português tem uma relação preço-qualidade que se destaca.

A sua votação: